PLANTIO E VARIEDADES

A AC Café possui seu próprio viveiro, visando a reprodução das variedades que mais se adequam ao micro-clima da região do Cerrado.
Atualmente temos as seguintes variedades plantadas:
- Catuaí Vermelho 144
- Cautaí Vermelho 99
- Catuaí Amarelo 62
- Bourbon Amarelo
- Acaiá 479
- Mundo Novo
- Topázio
- Icatu Amarelo 3282
- Tupy Amarelo
- IAC – Instituto Agronômico de Campinas

 
 
COLHEITA

A “prova” dos lotes de café antes mesmo da colheita é essencial. As “cerejas” podem parecer maduras, mas somente o perfil de bebida pode determinar se um específico lote ou área está pronto para ser cholhido.
A colheita é feita de forma manual e mecanizada. Para as árvores mais jovens e com menos estrutura se utiliza a colheita manual. Para o restante utiliza-se a colheita mecânica seletiva.
A nova máquina de colheita “Braud 9000L” foi inicialmente desevolvida para a colheita de uvas. A AC Café utiliza essa máquina para colheita de cerca de 70% de sua área. Esse equipamento possibilita uma colheita mais rápida, o que nos permite colher uma específica grande área que está com sua maturação ideal praticamente toda ao mesmo tempo. Essa máquina também é muito eficiente na prevenção de pragas e doenças, pois quase nenhum grão é deixado para trás tanto nas árvores como no solo.

 
LAVADOR
 
A AC Café trabalha com dois lavadores em cada uma das fazendas.
Um lavador foi desenvolvido para atender os cafés de maiores volumes, podendo separar as “cerejas” em 5 diferentes estágios de maturação. A outra unidade de lavador foi mantida para processar somente potenciais micro-lotes. Dessa forma, não existe risco de se misturar ou desperdiçar nenhuma parte dos micro-lotes. As duas fazendas possuem equipamentos idênticos de lavadores.
Durante a “prova” de pré-colheita é que se determina quais lotes irão para cada equipamento de lavador.
 
SECAGEM
 
No momento contamos com um total de 24 secadores mecânicos. Todos os lotes de cafés especiais são secados primeiramente em terreiros sob o sol e depois nos secadores mecânicos. Cada secador (por volta de 40 sacas) é “provado” pelo time de Qualidade. Esse processo é essencial para garantir que os lotes tenham sido processados de forma correta e para identificar os diferentes perfis de bebida da safra.
Também utilizamos os “terreiros suspensos” para a secagem dos potenciais micro-lotes.
 
 
 
 
BENEFÍCIO E RE-BENFÍCIO
 
Possuímos toda a estrutura de benefício em cada fazenda.
O re-benefício (separação por peneira, densidade e defeitos) é feito em nossa unidade matriz.
As separadoras eletrônicas usadas são a Satake Alfa Scan e a Sortex M4. Essa última, separa as imperfeições com mínima diferença de cor utilizando um leitor optico com luz infra-vermelha.
 
 
 
 
EMBALAGEM
 
A AC Café trabalha com as sacas “Jutex”e também com Grain Pro.
A Jutex 60® é feita de polipropileno, que é 100% reciclável. Os fios são costurados de forma que o café pode continuar “respirando”, porém sem transmitir para os grãos o cheiro e sabor peculiares das sacas de juta.
 
 
 
 
O Grain Pro® é uma embalagem resistente à água que não permite entrada e saída de oxigênio ou outros gases durante o transporte. São feitas de multi camadas de polietileno (PE). É usada como uma embalagem interna às sacas Jutex®.
 
CONSISTÊNCIA
 
Com mais de 3.500 hectares de área plantada , a nossa produção média é de 100.000 sacas de café arábica. Esta capacidade aliados com os padrões de qualidade da ISO 9.001 , dois métodos de processamento diferentes e as nove variedades diferentes nos permitirá entregar a remessa de blends com consistência.